Eventos

Baby chá ou chá de bebê! Antes de tudo, planejar é fundamental Confira dicas especiais do consultor de eventos Franciney Ferreira e garanta o sucesso do seu evento

 | 

Baby chá, chá de bebê, chá de fralda, não importa o nome, este é um dos eventos mais populares no Brasil quando o assunto é a chegada de um novo membro à família, por isso são poucas as mães que abrem mão da festinha. Não apenas por ser uma oportunidade de ‘ganhar’ presentes para o (a) pequeno (a), mas, principalmente, por ser um momento de confraternização com as amigas, onde o papo, claro, gira em torno desse momento super especial na vida de toda mulher.

Mas, como todo evento, por mais simples que seja, organizar um baby chá ou chá de bebê, dá bastante trabalho e exige, não só tempo e dedicação, como alguns conhecimentos específicos, que implicam na necessidade de muita pesquisa e, claro, bom gosto, de acordo com alguns consultores de eventos da área.

Leia também: Com nome de princesa, Paola ganha chá de fraldas inspirado na realeza

Tudo que lembre bebê serve como elemento decorativo, como ursinhos e varal de bodys, (roupinhas)

Muitas mães, que não têm experiência com o ramo de festas, contratam profissionais para auxiliá-las nessa missão, outras, porém, fazem questão de organizar detalhe por detalhe do baby chá.

Para você que ainda não sabe por onde começar a organizar seu chá de bebê ou chá de fralda, o consultor de eventos Franciney Ferreira, que trabalha há mais de cinco anos no ramo de festas, dá algumas dicas:

“Antes de tudo, é preciso elaborar a lista de convidados, assim será possível escolher o ambiente ideal, estimar a quantidade de comida e bebidas que serão servidas, o número de mesas, convites etc.”, orienta. Após isso, pode-se partir para ornamentação e cores. “A tendência, se for menino, é azul-celeste, azul marinho e dourado. Já para meninas, rosa bebê e dourado. Essas combinações estão em alta”, destaca.

Os temas do chá de bebê podem ser diversificados, diz o consultor de eventos. “Tudo que lembre bebê é uma excelente opção, por exemplo, ursinhos, varal de bodys, (roupinhas), assessórios como chupeta, mamadeira, sapatinho e outras alternativas que se assemelhem a essas. As lembrancinhas são baseadas no tema escolhido pela mamãe. Fica mais fácil de escolher depois que for definido o tema”, frisa.

Mesa

A tendência do momento é que o bolo do baby chá seja de fraldas

Na mesa do evento, realizando entre o 6º e 8º mês de gestação, não pode faltar o bolo. Mas, ao invés daquele tradicional, comum nas festas de aniversários, o bolo de baby chá tem que ser de fraldas. “É a tendência no momento. O ideal é que seja de até cinco andares. As fraudas são enroladas e enlaçadas uma ao lado da outra, com um laço largo, assemelhando um formato de bolo. O enfeite dá um colorido no bolo”, diz.

Outra coisa que não pode faltar no baby chá são as velhas, mas divertidas ‘prendas’. “Tem que ter brincadeira para alegrar os convidados e a mais comum é a de descoberta do presente, em que a mamãe fica com os olhos vendados e tenta acertar quais os mimos trazidos por cada convidado, caso contrário paga prenda. Mas não é só isso, usando-se a criatividade, muitas outras podem animar ainda mais o encontro”.

Por conta própria
A dona de casa Danielle Barbosa é uma das mamães que organizou o próprio chá de bebê, seguindo apenas orientações de tutoriais na internet. Ela conta que nunca fez curso de ornamentação de festas, mas sempre se interessou pelo ramo. Faz questão de cuidar de todos os detalhes para realizar os próprios eventos, principalmente, no que se refere às festas dos filhos.

“Eu sempre fico antenada nas tendências, e para isso pesquiso bastante na internet. O meu baby chá foi maravilhoso, realizei em março de 2014, quando estava no oitavo mês da gestação. Planejei durante quatro meses e, graças à Deus, deu certo”, lembra. “Eu mesma fiz a ornamentação, produzi os personalizados para a mesa, lembrancinhas e até a comida. Escolhi o tema ‘borboletas’, e usei as cores lilás e rosa, já que esperava uma menina. Tudo, aprendi na internet”, revelou.

Custos
Quanto se vai gastar num baby chá é definido pelo tamanho da festa (quantidade de pessoas, ornamentação e o que será oferecido), por isso, com a ajuda de um profissional ou sozinha, é importante planejar com antecedência tudo que se vai fazer, pois só esse dimensionamento dará a noção exata de quanto irá custar. O mais importante, no entanto, é estar ciente do que realmente se quer para esse momento e prepará-lo dentro de um orçamento que não comprometa outras necessidades importantes da família, principalmente, em relação à saúde e ao bem-estar da mamãe e do bebê.

filhos&tal

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *