Especiais

Crianças podem ou não dormir com pets?

 | 

Muito se discute se crianças podem ou não dormir com animais, e as opiniões sobre o assunto são as mais diversas, mesmo entre especialistas.  Alguns profissionais, como veterinários, pediatras e alergistas recomendam que cachorros e gatos tenham seus próprios dormitórios, outros, defendem que dormir com pets pode gerar vários benefícios à saúde dos donos.O fato é que a prática de dormir com animais é algo bastante comum. Com o tempo, os bichinhos de estimação são tratados como membros da família e se apegam bastante aos donos. As crianças, principalmente, costumam dedicar a maior parte do tempo aos seus animais, até chegar ao ponto de dividir a cama com eles. Mas afinal, quais os riscos e os benefícios dessa atitude?
Em entrevista ao site MaisEquilíbrio, a  infectologista Viviane Maria de Carvalho Hessel Dias, afirmou que gatos e cachorros podem transmitir diferentes tipos de micoses e bactérias, além de outras doenças mais graves, que só poderão ser curadas com o uso de antibióticos. Os riscos ocorrem principalmente quando há excesso de contato com o animal ou a falta de cuidados com o bicho.
Na mesma linha de raciocínio, a pneumologista Maria Alenita de Oliveira – que também participou da matéria no Mais Equilibrio – chama a atenção para as doenças como leptospirose, raiva e escabiose, conhecida como sarna, todas transmitidas por gatos e cachorros.  Ainda de acordo com a especialista,  pessoas que apresentam sintomas de rinite e alergia podem ter o problema agravado pelo contato mais próximo com esses animais.
As duas médicas orientam que a família mantenha cuidados diários com o seus pets, para diminuir os riscos de doenças. Entre eles, a higienização, vacinação e ida frequente ao veterinário para checar se a saúde do animal está em dia.

Outras opiniões
Enquanto alguns médicos proíbem pessoas de dormirem com animais, outros enumeram os benefícios que podem ser alcançados com essa prática.  Dentre as vantagens, estão: sensação de segurança; tranquilidade durante o sono; alívio de estresse e ajuda na cura de depressão e doenças cardíacas.
O veterinário Marty Becker, autor do livro ‘O poder curativo dos bichos’, defende uma série de benefícios sobre o contato diário com os animais. Segundo ele, o dono que mantém uma relação mais intima com os seu pet pode aguçar características especiais como amor, lealdade e jovialidade.
O fato é que, independente das duas linhas de orientação, a família nunca deve ser displicente com certos cuidados. A recomendação no geral é adotar uma rotina diária.  Dar sempre banhos, usar xampu antipulgas e carrapatos, cuidar vacinas e remédios para vermes. Dessa forma, se a família achar que o pet pode dormir no sofá ou até mesmo na cama, ele estará limpo e não vai passar pulgas ou sujar os lençóis.

Redação Filhos&Tal

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *