Bem-estar

Diagnóstico precoce aumenta em 80% chances de cura do câncer infantil

 | 

Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) apontam que, em 2018, 12,5 mil novos casos de câncer em crianças e adolescentes devem ser diagnosticados no Brasil. A boa notícia é que o diagnóstico precoce e o tratamento adequado aumentam em 80% chances de cura do câncer infantil. Para isso, pais e responsáveis devem estar atentos a alguns sintomas comuns à doença, buscando assistência médica para identificação imediata.

Ainda de acordo com o Inca, entre os tipos mais comuns de câncer infantil estão a leucemia, que afeta os glóbulos branco, células que atuam na defesa do organismo; do sistema nervoso central; linfomas (no sistema linfático); neuroblastoma (no sistema nervoso periférico); tumor de Wilms (nos rins); e retinoblastoma (na retina).

Leia também: Tudo que você precisa saber sobre febre amarela em gestantes e bebês

Alguns dos seus sintomas são comuns em outras infecções frequentes na infância, como gânglios inflamados no pescoço e manchas roxas, daí a necessidade de os responsáveis estarem sempre muito atentos. A oncologista Isis Magalhães, diretora técnica do Hospital da Criança de Brasília José Alencar, alerta que os pais não devem entrar em pânico, e os profissionais de pediatria devem estar preparados para identificar e diferenciar os sintomas de câncer infantil, que apresentam comportamento diferente do normal.

“A leucemia afeta a medula óssea, a fábrica do sangue. Assim, os sintomas que aparecem são de falência de produção de sangue: a criança fica anêmica sem explicação, com uma frequência de infecção diferente e pode apresentar sangramentos e manchas roxas. Mas é diferente de hematomas na perna, por exemplo, porque são manchas em lugares não habituais”, explica.

No Hospital da Criança de Brasília, são recebidos entre 180 e 200 novos casos por ano. A quimioterapia dura em torno de dois anos, e os cuidados com a saúde da criança duram mais cinco anos após o tratamento para cura do câncer infantil.

Diferentemente do câncer em adultos, não é possível realizar medidas preventivas, como exames de rotina e suspensão de hábitos como o cigarro. O câncer infantil tem crescimento rápido e não costuma ser localizado, mas tem maior chance de cura. “Nossa maior arma é o diagnóstico precoce, para que a criança esteja em melhores condições para iniciar o tratamento e alcançar a cura do câncer infantil”, afirma a especialista.

Fique do olho nos seguintes sintomas que podem indicar câncer:

– Palidez, hematomas, sangramento e dor óssea

– Caroços e inchaços, em especial quando indolores e sem febre

– Inchaço na barriga

– Dores de cabeça persistentes e vômitos

– Perda de peso sem explicação

– Falta de ar ou tosse persistente

– Mudanças nos olhos, como perda visual e hematomas

 

Com informações do Portal do Brasil

2 Comments

  1. Pingback: Vacina contra meningite e HPV – não deixe seus filhos desprotegidos

  2. Pingback: Pediatras querem elucidar mitos sobre saúde infantil na Internet

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *