Especiais

Dia das Crianças: se o gasto é inevitável, relaxe e compre, mas evite as dívidas

 | 

Não tem jeito, quando chega o mês de outubro, é quase inevitável que papais e mamães não aumentem os gatos domésticos. Afinal, tem o Dia das Crianças e elas não compreendem muito bem o que a crise na economia do país ou a falta de empreso tem a ver com a compra de seus presentes. Então, se o gasto é inevitável, relaxe e evite as dívidas, sem brincadeira, pois, sem a devida atenção, o mimo do pimpolho pode complicar bastante a sua vida financeira.

Pensando nisso, Filhos&Tal selecionou algumas dicas bem bacanas para te ajudar na missão. Confere aí:

1 – Se sua criança já for crescidinha, estabeleça para ela um teto de gastos e peça que lhe dê três opções de presentes, deixando claro que somente um será comprado.

2 – Avalie as opções dadas e certifique-se do melhor custo benefício de cada produto, incluindo se lhe trarão gastos adicionais, como pilhas, cartões de memória etc. Assim, você poderá optar pelo que menos onera seu bolso sem deixar de presentear seu filho ou filha com algo que realmente seja de seu interesse no Dia das Crianças.

3 – Antes de decidir, considere também os gastos que terá no fim de ano, afinal o Natal se aproxima e a garotada com certeza vai querer mais presentes. Então, se o orçamento se desestabilizar agora, em dezembro é que o bicho vai pegar mesmo.

Dia das Crianças

 

Pesquisar é fundamental

4 – Pesquise em pelo menos duas ou três lojas diferentes para comprar os preços. As diferenças costumam ser gritantes.

5 – Prefira as compras à vista e valorize seu dinheiro pedindo algum desconto (qualquer percentual é melhor que nada) e as lojas sabem que precisam cativar o cliente com ofertas generosas.

6 – Caso o valor do ‘mimo’ seja superior ao que você imaginou e seja preciso comprar no cartão, opte por dar uma entrada e parcele o restante no menor número de vezes tanto possível, para evitar os juros altos. Lembre-se que além dos gatos do Natal, o início de ano também lhe impõe muitas despesas extras, como material e uniforme escolar.

7 – Certifique-se das garantis mínimas de durabilidade do produto escolhido, de modo que seu filho ou filha possa usufruir do mesmo pelo maior tempo possível. Não vale a pena gastar com algo que se quebrará em menos de uma semana de uso.

8 – Se você tiver mais de um filho e a situação realmente não esteja lhe permitindo comprar dois presentes, converse com eles e oriente-os a escolherem algo com o qual possam se divertir m conjunto. Eles irão reclamar, no começo, mas logo entenderão que um empate em ‘um a um’ é bem melhor que ficar no ‘zero a zero’.

passeio-crianças

9 – Para a data em si, prefira os passeios ao ar livre e em locais públicos, com opções gratuitas de entretenimento. Passeios em shoppings sempre representam gastos a mais.

10 – Se a opção for ficar em casa, para um almoço ou lanche especial com as crianças, evite as guloseimas mais caras. A internet está cheia de receitas simples, saborosas e que podem ser feitas com ingredientes que você já tem em casa. É uma questão de procurar.

Redação Filhos&Tal

+Dia das Crianças +gastos +presentes

1 Comment

  1. Yriane

    4 de outubro de 2017 at 18:02

    Valew pelas dicas👍👍👍👍👏👏👏👏

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *