Especiais

Fazer passeios com crianças na praia exige muitos cuidados; descubra quais

 | 

Levar os filhos à praia parece ser um passeio fácil de fazer, mas não é. Quando o lazer envolve crianças, os perigos se multiplicam e os cuidados devem ser redobrados, antes e durante a diversão.De acordo com a doula e consultora maternal Marcela Aureliano, da Escola do Parto, em Manaus, os cuidados começam antes mesmo de a família sair de casa. Os pais precisam conhecer bem o local para onde estão indo e se certificarem de que estão levando todo o necessário para garantir a segurança e conforto dos filhos. Além das roupas de banhos, toalhas e materiais de higiene, é indispensável levar protetor solar, boias e bastante água.
“O bom é se organizar antes para não esquecer nada. Chegando à praia, os pais devem passar o protetor solar nas crianças e jamais deixá-las expostas muito tempo ao sol. Quando forem para a água, sempre protegê-las com boias”, alerta.
Conforme a especialista, os cuidados podem variar de acordo com a idade das crianças, o horário do passeio e o tempo em que estarão expostas ao sol. “No caso dos bebês, o ideal é que eles permaneçam na praia até às 9h da manhã. Passando disso, já é de extrema importância usar o protetor solar e, de preferência, agasalhá-los debaixo de um guarda-sol. A mãe também não pode esquecer de amamentar bastante o bebê, isso fará com que ele fique bem hidratado”, aconselha.
No caso das crianças maiores de 4 anos, Marcela explica que as precauções são as mesmas, mas os pais precisam estar atentos às brincadeiras que serão feitas no local. “Como as crianças nessa idade gostam muito de correr, pular e brincar na água, a dica é controlar o tempo das brincadeiras. Depois das 10h, o recomendável é permanecer apenas 20 minutos na água, devido ao sol estar mais quente nesse horário. É importante levar água mineral em um garrafão grande para oferecer aos pequenos durante o passeio”, recomenda a especialista.

Os cuidados começam antes de sair de casa. Foto: Arsel Ozgurdal for FreeImages.com/Artist's

Os cuidados começam antes de sair de casa – foto: Arsel Ozgurdal for FreeImages.com/Artist’s

Outros cuidados 
Seguindo a mesma linha de orientação, o tenente Janderson Lopes, do Corpo de Bombeiros do Amazonas, recomenda que, chegando ao local, os pais atentem às placas de alerta que identificam perigos, e verifiquem se o lugar dispõe de uma equipe de salva-vidas.
“São as primeiras observações a fazer, pois, tendo esse conhecimento, os pais saberão como proceder no caso de um incidente. Se o local dispuser de salva-vidas, é importante verificar em que parte da praia ou balneário eles estarão. Em Manaus, apenas a praia da Ponta Negra dispõe de uma equipe do corpo de bombeiros, por se tratar de um local administrado pelo poder público.  Em outros lugares é preciso realmente averiguar se existe o serviço”, explica o tenente.
Lopes lembra que, durante o passeio na praia, a diversão dos pais acaba sendo limitada, devido aos cuidados que precisam tomar com os filhos. “Os pais devem evitar, por exemplo, bebidas alcoólicas. Se forem ingerir, o consumo deve ser em pouca quantidade para não comprometer a atenção às crianças”, aconselha.
Outro cuidado de extrema importância é com relação a brincadeiras na água. O tenente orienta que as crianças brinquem somente na companhia dos pais, nunca sozinhas. “A água deve estar no máximo até os joelhos delas, isso vai evitar afogamentos, pois, se caírem na água, vão conseguir se apoiar com as mãos”, diz, acrescentando que, em casos de afogamentos, os pais devem procurar imediatamente o posto de salva-vidas.
“Se por acaso o local não dispuser desse atendimento, e os pais não tiverem nenhum conhecimento de primeiros socorros, devem procurar ajuda entre as pessoas que estiverem no lugar e em seguida acionar os serviços do Corpo de Bombeiros ou Samu, por meio dos números 193 e 192, respectivamente. Antes mesmo do deslocamento, os técnicos já irão orientar os pais sobre como proceder”.
Para a comerciante Silvia Albuquerque, 32, que costuma ir sempre à Ponta Negra com os dois filhos de 4 e 6 anos, aos fins de semana, adotar os cuidados são de extrema importância. “Não tiro os olhos dos meus filhos para nada quando estamos em praias ou cachoeiras. Nem sempre meu marido pode me acompanhar para ajudar, por isso, fico atenta em tudo. Não deixo eles se aproximarem da água se não estivem comigo. Uso sempre boias, mesmo quando estamos na beira da praia”.

Bruna Amaral
Redação Filhos&Tal

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *