Book de família

Maria Izabel: três anos de pura doçura

 | 

Sonhada, planejada e ansiosamente aguardada, Maria Izabel veio ao mundo no dia 13 de julho de 2014 trazendo a doçura para o coração e a alma de seus pais, que, não à toa, a chamam de “meu bombom”. Um presente sem igual que, há três anos, transforma, todos os dias, o modo como o casal Elvis Chaves e Jeane Glay vê a vida, lhes mostrando tudo pela ótica do amor.

“Há três anos descobri o amor verdadeiro. Há três anos meus medos e minhas vontades tornaram-se secundários, terciários… Há três anos ela é minha prioridade. Há três anos Deus me presenteou com a minha Maria Izabel. E há três anos tenho vivido os melhores momentos da minha vida”, disse sua mãe no Facebook, ao postar fotos que retratam alguns recortes dessa pequena, mas já inigualável trajetória.

Levada, sapeca, moleca, ‘Mabel’, que sempre dormiu em seu próprio quarto, gosta das brincadeiras típicas de sua idade, como esconde-esconde, desenhar, pintar e ‘fazer comida’ para as bonecas, mas não abre mão de acompanhar o que que se passa no YouTube, mostrando que está antenada com as coisas do seu tempo.
Segundo papai Elvis, ela, que foi para creche com um ano e oito meses, já conta em português e inglês, reconhece todas as cores em inglês e o alfabeto também. E apesar de não saber escrever ainda, reconhece seu nome quando alguém o está escrevendo.


“No primeiro dia de aula dela, chegou à escola, pegou na mão da tia e foi embora sem olhar para trás. Nós esperávamos que ela fosse fazer um escândalo e não fez. Eu diria que a Maria é a mistura de nós dois: alegre, interativa e inteligente”, fala orgulhoso o papai, acrescentando que a filhota foi um grande presente. “Nasceu no mês do nosso aniversário de casamento e um mês antes dos aniversários dos pais. Ela nos realiza e sou muito grato de tê-la por perto”.

O parabéns pelos 3 aninhos foi na Creche & Aparece, junto com os amiguinhos – fotos: acervo da família

A paixão por chocolate, Maria Izabel herdou da mãe (ambas são chocólatras), mas também curte pipoca, sorvete e adora sopa de feijão, além de farofa, como uma boa brasileirinha.
Faladeira como só ela, a garotinha ama conversar e, como diz seu papai, “às vezes, no carro, só dá ela. E se irrita quando está cantando e a gente tenta acompanhar a música. Ela canta em várias velocidades e só ela quer cantar”.
A vaidade feminina também está presente na personalidade da fofurinha, que só sai de casa de estiver de laço na cabeça. Ela ainda escolhe o sapato e pede batom (a avó e tios já lhe deram vários). Isso é ser uma criança feliz, por isso Filhos&Tal deseja que ela continue crescendo em graça e luz. Parabéns, Mabel!

Redação Filhos&tal

 

2 Comments

  1. Lana

    18 de julho de 2017 at 21:17

    Parabéns amiga yndira vc é uma profissional maravilhosa

    • filhosetal

      19 de julho de 2017 at 09:03

      Obrigada pelo incentivo, Lana. Bjs

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *