Moda

Moda de brechó: seu filho bem vestido, por um precinho bem em conta

 | 

A moda dos brechós em geral não é nova, mas, com a crise econômica que atinge o mundo, nos últimos anos o conceito se renovou, ganhou forças na Europa e Estados Unidos e agora também começa a ter espaço no Brasil.
Um dos nichos que mais cresce no segmento é de brechó infantil e moda baby, onde, além de ganhar um dinheirinho, ou recuperar parte do que investiu, muitas mamães encontram alternativas para vestir seus pimpolhos sem gastar muito.
É que criança só para de crescer quando fica adulta, mas o dinheiro no bolso dos pais nem sempre acompanha esse desenvolvimento, o que torna cada vez mais difícil manter o guarda-roupas ‘atualizado’. Daí, então, o brechó infantil aparece como uma grande oportunidade, tanto para quem deseja comprar, como vender ou trocar peças de roupas, acessórios e calçados.

O comércio de usados infantis também está nas redes sociais – fotos: reprodução/Facebook

E não pensem que são apenas as mães mais pobres que se utilizam desse comércio, não. Muitas famílias das classes C, hoje chamada de ‘nova classe média’ do Brasil, também recorrem aos brechós sem nenhum constrangimento. “Eles vendem de roupinha a carrinhos, cadeirinhas para carro, berços e muitas outras peças que, quase sempre, são usadas por pouco tempo, dada a velocidade de crescimento da criança. Então são peças relativamente novas que podem sim ser usadas por outras famílias”, diz a microempresária Ana Clara Berg, 34, que costuma comprar peças de brechó para os sobrinhos.
Não precisa nem ir muito longe de casa para encontrar boas ofertas. Isso porque muitos brechós funcionam de forma virtual, impulsionados sobretudo pelas redes sociais, onde as peças são expostas e rapidamente arrematadas.
“É uma forma de conectar as mães, que acabam muitas vezes trocando produtos, ou seja, além das peças que custam, em média, 70% mais barato que nas lojas, algumas mães acabam nem gastando dinheiro, pois trocam os produtos que já não lhes servem por outros de interesse no momento”, cometa a mamãe Lúcia Maria Faria, 27.

Yndira Assayag
Redação Filhos&Tal

1 Comment

  1. Ana Cristina

    31 de Maio de 2017 at 18:57

    Que legal! !! Qual o endereço?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *