Moda

Moda mãe e filha: das famosas às anônimas, ela conquista cada vez mais adeptas

 | 

Que as mães são inspiração para as filhas isso ninguém duvida, mas será que na hora de se vestir essa influência continua? Na verdade, a tendência que une mães e filhas na moda ganha cada vez mais adeptas, e não é de hoje. No exterior, uma das famosas responsáveis pelo sucesso da moda mãe e filha é a socialite Kim Kardashian, mas também podem ser citadas as atrizes Katie Holmes e Jennifer Garner. Já no Brasil, uma das mais famosas adeptas é a apresentadora Ticiane Pinheiro, além de atrizes como Giovanna Ewbank e Camila Pitanga.

 

moda-mãe-e-filha-famosas

Em Manaus, a professora de jornalismo Liège Albuquerque e a professora de educação física Lucivane Wagner estão entre as que aprovam e seguem o estilo, que, além de divertir, é também uma forma de maior aproximação com as filhas.

Inspiração na rede
Na internet, é fácil encontrar fotos e vídeos de mães e filhas com looks idênticos ou parecidos, e é assim que Lucivane e a filha Fernanda se inspiram. Atualmente, a garotinha está com quatro anos, mas usa roupas parecidas com as da mãe desde os seus primeiros meses de vida. “Eu sempre tive vontade de ser mãe e, quando descobri que seria uma menina, fiquei super feliz. Logo que ela nasceu, comecei a aderir aos looks iguais”, conta a educadora.

Mas será que as filhas curtem tanto essa moda quanto as mães? “Minha filha gosta bastante, da roupa ao sapato. Quando compro algo para mim, ela pergunta logo: mamãe, cadê o meu?”, diz Lucivane.

moda-mae-e-filha-praia

De acordo com a professora Liége, até agora, a filha Catarina, de nove anos, também curte usar roupas parecidas com as suas, mas não garante que o hobby permaneça por muito tempo. “Por enquanto ela curte, ainda curte… (rsrsrs), mas, talvez, quando for teen, não curta mais”, admite ela com bom-humor.

E por falar nisso, a consultora de moda e jornalista Cristiane Batista, dona da marca ‘Santa Cris’, comenta que até os nove anos é mesmo a idade ideal para aproveitar os looks iguais, pois, a partir daí, a menina começa a fazer suas próprias descobertas e isso vale também para a moda. “Essa é a fase em que a criança não quer ser chamada de criança e apresenta suas identidades em referência à moda”.

Como são as ofertas no segmento?
Embora seja uma moda divertida e alegre, nem sempre é fácil encontrar ofertas de produtos neste sentido em lojas convencionais, e as mamães de Manaus sentem mais essa dificuldade, por estarem distante dos grandes centros produtores de moda do país. Então, algumas recorrem às velhas e boas costureiras, que acabam personalizando a demanda. “As blusas, mando fazer aqui, mas os vestidos mando fazer fora. Têm alguns perfis do Instagram que sigo e gosto bastante. Elas fazem as roupas do jeito que eu gosto”, fala Lucivane, destacando que, além de sair por um preço bom, a roupa fica do jeitinho solicitado, já que é sob medida.

moda-mãe-e-filha

“Não precisa ir sempre a lojas especializadas. Dia desses, usamos num almoço de domingo um short jeans com camisas listradas compradas em lojas normais”, acrescenta a professora universitária Liége Albuquerque.

Acessórios e cabelo também entram nessa moda?
Por que não? Sapatos e acessórios como pulseiras, brincos e óculos também fazem parte do look. E, para quem quer ousar um pouco mais, vale até usar o mesmo corte de cabelo, como é o caso de Liège e Catarina. “Quando cortei o cabelo curtíssimo, ano passado, ela quis cortar também. Mas ela gosta mais do curto do que eu, tanto que continua e eu deixei crescer (rsrsrs)”.

moda-mae-e-filha-esporte

Onde e quando usar?
Logo que surgiu, há algum tempo (não se sabe ao certo onde), a moda mãe e filha era usada mais para ensaios fotográficos. Após cair no gosto das mamães e suas filhotas, passou a marcar presença em festas de aniversários e eventos diversos. Hoje, não existe uma regra que limite o uso, indo do pijama ao vestido mais exuberante, passando também pelos looks casuais do dia a dia.

Tudo, claro, sem infantilizar a mãe e nem deixar a criança com aparência de fantasiada ou ‘mini adulta’. É uma questão de bom senso. “Geralmente, usamos peças iguais nos aniversários dela, na hora de dormir, na verdade… em muitas ocasiões”, conta Lucivane.

Os pais também entram na onda?

moda-pai-e-filha
A moda não se restringe apenas às mulheres. Assim, os papais que desejarem também podem aderir à proposta, o que deixa o laço com seus filhos e filhas ainda mais forte. Na casa da Lucivane, toda a família entrou na brincadeira. Desde o primeiro aninho de Fernanda, o pai da pequena participa das festas de aniversário dela usando camisetas iguais. “Eu gostei muito do último, de quatro aninhos, com temática da Mulher Maravilha”, relata a mamãe que é fã da super-heroína.

E, para quem tem dificuldades em Manaus ou outra cidade para encontrar ofertas de moda mãe e filha, Filhos&tal tem duas dicas bacanas: as lojas ‘Tal mãe, tal filha’ e ‘Bela Pequena’.

 

Grazieli Nogueira
Filhos&Tal

moda mãe e filha, modinha, looks mãe e filha

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *