Educação

Especialista dá dicas de como lidar com as emoções do primeiro dia do filho na escola

 | 

Assim com a criança cria expectativas em relação ao início da vida escolar, é natural que os pais também desenvolvam sentimentos semelhantes. Afinal, é tudo muito novo, inclusive as relações interpessoais. Além de sentimentos positivos, pontos negativos também se fazem presentes na vida de quem passa por essa situação pela primeira vez. O psicólogo Wilton Batista Cabral, do Hapvida, explica como os pais devem lidar com as emoções do primeiro dia do filho na escola.

“Para lidar com o primeiro dia de aula dos filhos, é importante que os pais se mantenham tranquilos, buscando demonstrar que está tudo bem. Isso pode ser facilitador para o professor que irá receber seu filho. O medo é importante para a sobrevivência, mas, nesse caso, é importante demonstrar confiança no processo da experiência vivenciada por todos os envolvidos. Acredite, a criança está observando você e seus sentimentos, podendo corresponder conforme o que ele está observando”, alerta o especialista.

Leia também: A internet no aprendizado infantil: aliada ou inimiga?

O psicólogo afirma, ainda, que os pais podem se sentir um pouco incomodados com as mudanças de rotina, principalmente quando é primeiro ano letivo do filho. Mas isso faz parte do processo de adaptação da nova rotina e cada um vai vivenciar esse processo de forma diferente. “Mas se esse incômodo chegar a níveis muito altos, o importante é procurar ajuda profissional de um psicólogo”, completa.

De fato, não é fácil lidar com as emoções do primeiro dia do filho na escola, especialmente para os pais de primeira viagem, em que a ansiedade e a felicidade se misturam ao medo e à angustia de deixar seu pequeno em um ambiente totalmente novo, com pessoas totalmente alheias a sua rotina.

primeiro dia do filho na escola 2 - Freepik

Para identificar esses sintomas e amenizá-los, é importante que a pessoa esteja atenta para diferenciar uma aparente tristeza passageira de uma situação de tristeza profunda, que esteja causando prejuízos importantes em seu dia a dia, assim como em seu meio social e familiar.

“Ocupar a mente com a leitura de um bom livro ou atividade física pode ajudar, e muito, no alívio dos sintomas, porém, é importante lembrar que se esses sentimentos vêm causando incômodos pessoais e sociais, podemos e devemos buscar ajuda terapêutica para passar por essa experiência da forma mais saudável possível, pois cada caso é um caso”, orienta.

Dicas úteis

Embora cada pai e mãe vivencie de modo muito particular as emoções do primeiro dia do filho na escola, algumas atitudes são importantes para ajudar nesse processo. Entre elas certificar-se de que a escola escolhida é, de fato, a mais indicada para receber seu pequeno, tendo em vista suas características mais marcantes. Afinal, cada pai e mãe conhece bem sua criança, sabe de seus medos, fraquezas, talentos e potenciais, então, deve buscar uma instituição que possa entendê-la e viabilizar o seu desenvolvimento da melhor forma.

Leia também: Falar com a criança é mesmo a melhor forma de incentivar a linguagem?

Converse com a criança e procure mostrar os pontos positivos dessa nova etapa de sua vida, como fazer novos amiguinhos, conhecer um novo ambiente e novas brincadeiras. Não dê explicações em demasia, pois a criança pode se confundir, apenas mostre que será bom para ela e que isso faz parte do seu processo de amadurecimento.

Embora as emoções do primeiro dia do filho na escola deixem os nervos à flor da pele, evite chorar na frente da criança e tão pouco saia escondido, pois isso pode gerar uma insegurança difícil de ser superada. Diga que esse é um momento só dela e que em breve você voltará para buscá-la. Não se desespere com o choro do pequeno, ele é normal e m pouco tempo não será mais um problema.

Redação e assessoria

3 Comments

  1. Pingback: Pai que auxilia mãe gestante a abortar pode ter punição mais rigorosa

  2. Pingback: Como organizar festa de aniversário na escola: tudo que pode ou não

  3. Pingback: Curso ensina crianças a fazerem horta caseira

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *