Beleza Materna

Depilação em gestantes: especialistas orientam não fazer sozinhas em casa

 | 

Durante a gravidez, as mulheres devem atentar para uma série de precauções, principalmente, no que se refere a procedimentos estéticos. É claro que estar grávida não impede que a futura mamãe mantenha os cuidados com a beleza, mas é necessário ter bastante cautela. A depilação em gestantes, por exemplo, deve ser feita, de preferência, numa clínica especializada e com produtos que não possuam química alguma, conforme orientam alguns especialistas.

De acordo com a obstetra e ginecologista Cristiane Vianez, que atende em um consultório no bairro Vieiralves, zona Centro-Sul de Manaus, não existem restrições quanto à forma de fazer depilação em gestantes, com tanto que seja de maneira segura e por profissionais. “No caso da cera, por exemplo, pode ser quente ou fria. O única alerta que eu faço é com relação à dor. Será duas vezes maior, pois no período gestacional as grávidas têm mais sensibilidade na área vaginal”, explica a especialista.

Leia também: Micropigmentação na sobrancelha pode afetar a gravidez?

Para quem opta por fazer depilação com lâmina, o cuidado deve ser redobrado, por conta dos riscos de acidentes, ressalta a obstetra. “O recomendável é que a gestante nunca faça sozinha esse procedimento. Com o crescimento da barriga, vai ficando mais difícil de encontrar uma posição ideal para realizar a retirada dos pelos, sem contar que são necessárias técnicas especificas. Então, para nada dar errado, o melhor é ter ajuda de um profissional”, recomenda.

Seguindo a mesma linha de orientação, a dermatologista Adriana Mariano, da clínica Derma, também zona Centro-Sul da capital amazonense, aconselha que as grávidas atentem à higiene do local onde irão realizar o procedimento e aos produtos que serão usados na pele. “Qualquer tipo de depilação em gestantes, seja com lâmina ou com cera, deve ser feita de forma asséptica, ou seja, com higienização. Tomando os devidos cuidados, a mulher evita vários problemas, entre eles inflamação na pele”, explica Adriana.

Leia também: Contato pele a pele entre mãe e bebê estimula produção de leite materno

De acordo com a dermatologista, fugir de produtos químicos também deve ser uma das principais precauções a serem adotadas quando o assunto é depilação em gestantes. “É importante enfatizar, sempre, que as grávidas não podem utilizar nenhum tipo de química, seja no cabelo ou na pele. No caso da depilação, o ideal é usar ceras a base de produtos naturais”.

Ainda conforme a médica, se a mãe optar por não fazer depilação ou diminuir a frequência durante a gravidez, não há problema algum, pois as gestantes não precisam estar necessariamente depiladas no momento do parto.

Filhos&Tal

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *