Bem-estar

Doação de leite materno: um ato de amor em meio à pandemia

 | 

Mesmo com a pandemia da Covid-19, o Amazonas conseguiu manter as doações de leite materno, importante conquista para celebrar no Dia Nacional da Doação de Leite Humano, comemorado em 19 de maio.

Atualmente, o Estado conta com 214 doadoras de leite materno, beneficiando 850 crianças, além de contar com 23 postos de coleta e três bancos de leite humano, na capital e no interior. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), que conseguiu, apesar do cenário atual, manter o estoque de doações normalizado, distribuindo 362.800 litros/ml de leite até o mês de abril de 2020.

Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil, por ano, cerca de 330 mil crianças nascem prematuras, tornando a doação uma importante estratégia para a recuperação dos pequenos, já que o leite materno é o principal alimento de um bebê até o sexto mês de vida. Para os prematuros então, o leite materno é vital, principalmente, para proteger de infecções, diarreias e alergias, além de reduzir a taxa de mortalidade infantil. Apenas um pote de 240 mililitros de leite materno doado, pode alimentar até dez recém-nascidos.

Leia também: Especialista fala dos impactos da Covid-19 em gestantes e puérperas

Sentimento de doação

Um líquido precioso que carrega todos os nutrientes que um bebê precisa, também traz um importante ato de amor e empatia com o próximo. É assim que a doação de leite humano é vista pela advogada Tábatta Rubim, 33, mãe do pequeno Vitto, de apenas um mês e 22 dias de vida, que se tornou doadora após uma conversa com uma consultora de amamentação e descobriu que produzia uma grande quantidade de leite, chamada de hiperlactação.

“Quando vi o primeiro pote cheio de leite e que poderia ajudar vários bebês em uma situação delicada de prematuridade; que poderia levar descanso às mães em recuperação e imunidade para um corpo frágil, vi a importância do ato de doar leite materno e me vi com paz no coração”, conta a advogada.

Tábatta comemorando o primeiro mês de vida de Vitto. – Foto: arquivo pessoal

O processo de doação surpreendeu Tábatta, que desconhecia o serviço. Além de passar por uma pequena triagem, ela teve explicações sobre o processo de ordenha de leite, esterilização dos potes e o funcionamento do serviço de coleta em domicilio, e mostra o seu desejo de continuar contribuindo com as doações.

“Eu não tinha conhecimento de como funcionava e de como uma mãe se sente fazendo esse tipo de doação. No meu caso, é uma troca de doação, eu os ajudo e eles me ajudam também. Porque eu tenho que tirar o leite para não dar mastite, por causa da hiperlactação, e espero que quando regular a produção do leite eu ainda possa ajudar”, conta a mãe de Vitto.

Leia também: Amamentação pode ajudar no combate à obesidade infantil, diz OMS

Doações durante a pandemia

As recomendações para a doação de leite materno, mesmo com o agravamento da pandemia de coronavírus no Amazonas, é que as mães sejam doadoras saudáveis e sem contato com pacientes confirmados pela Covid-19, e sem sintomas gripais. As doadoras que apresentarem sintomas ou testarem positivo para o vírus terão suas doações interrompidas por 15 dias ou até o final do período de infecção.

As doações podem ser feitas em casa e aos poucos, conforme orientações de higienização e armazenamento adequado. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa também que existem cantinhos de amamentação para fazer as extrações de leite, como o cantinho da maternidade Moura Tapajós, que é um ponto de coleta, que contava com cerca 10 doadoras e teve uma redução de 30% neste período de pandemia, embora esse número ainda não seja prejudicial.

Leia também: Moura Tapajóz completa dez anos como Hospital Amigo da Criança

Dia Nacional de Doação de Leite Humano

O Dia Nacional de Leite Materno é comemorado em 19 de maio, e foi instituído pela Lei N°13.227, de 28 de dezembro de 2015, mas é celebrado pelo Ministério da Saúde desde 2004.

O dia fortalece um ato importante, voluntário e altruísta, que carrega um papel social relevante na sociedade. Além de estimular o aleitamento materno, é uma iniciativa que visa debater sobre os benefícios e importância da amamentação para promover uma infância saudável.

Segundo a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, entre os anos de 2008 e 2018, dois milhões de recém-nascidos foram beneficiados com dois milhões de litros de leite humanos, contando com cerca de um milhão e oitocentas mil mulheres que doaram leite.

Leia também: Contato pele a pele entre mãe e bebê estimula produção de leite materno

Confirma abaixo a Rede de Bancos de Leite Humano da Susam

  1. BLH da Maternidade Galileia

Posto de Coleta de Leite Humano Sophia Rocha Rodrigues – HUFM

Rua Camapuã, 108, Cidade Nova II

Manaus – CEP 69097-720

Tel.: (92) 3649-2750

UBS Armando Mendes

Rua 5, s/nº, bairro Manôa

Manaus – CEP 69090-890

Tel.: (92) 3581-2273

toniamicaela@hotmail.com

Maternidade Azilda Marreiro

Av. Samaúma, bairro Monte das Oliveiras

Manaus

  1. BLH da Maternidade Ana Braga

Posto de Coleta de Leite Humano da Maternidade Ana Braga

Alameda Cosme Ferreira, s/nº, São José

Manaus – CEP 69083-000

Tels.: (92) 3647-4235 e (97) 9485-0796

 

Posto de Coleta Cantinho do Leite Maria Adriana Moreira – Hospital Vó Mundoca

Avenida Amazonas, Cristo Rei

Borba – CEP 69200-000

Tel.: (92) 3512-1104 – Fax: (92) 3512-1104

 

Posto de Coleta de Leite Humano da Maternidade Nazira Daou

Avenida Camapuã, 108, Cidade Nova

Manaus – CEP 69097-720

Tel.: (92) 3649-2650

 

Posto de Coleta de Leite Humano da Empresa P&G

Avenida Guaruba, 740, Distrito Industrial

Manaus – CEP 69075-080

Tel.: (92) 3616-2229 – Fax: (92) 3616-2196

pinheiro.k@pg.com

blh_am@hotmail.com

 

Posto de Coleta de Leite Humano da Maternidade Chapot Prevost

Estrada do Aleixo, Km 16, 190, Colônia Antônio Aleixo

Manaus – CEP 69020-282

Tel.: (92) 3616-3400

chapot@gmail.com

 

Posto de Coleta de Leite Humano UBS Dr. Amazonas Palhano

Rua Antônio Mathias, São José Operário

Manaus – CEP 69085-010

Tel.: (92) 3248-3207 – Fax: (92) 3214-1135

eurinetesantana@pmm.am.gov.br

 

Posto de Coleta de Leite Humano de Itacoatiara

Rua Acácio Leite, 2.593 , Iraci

Itacoatiara – CEP 69101-071

Tel.: (92) 9399-4343

hosp-itacoatiara@saude.am.gov.br

 

Posto de Coleta de Leite Humano – Empresa Samsung

Avenida dos Oitis, Distrito Industrial I

Manaus – CEP 69007-002

Tel.: (92) 98206-2924

 

Posto de Coleta de Leite Humano da Maternidade Moura Tapajós

Avenida Brasil, 1.335, Compensa I

Manaus – CEP 69036-110

Tel.: (92) 3216-8158

 

Posto de Coleta de Leite Humano Neideana Ribeiro de Araújo

Rua 1º de Fevereiro, 10, Nova Esperança

Tabatinga – CEP 69640-000

Tel.: 97-3472-3372

pauline.campos@institutonovoscaminhos.org.br

 

  1. BLH Fesinha Anzoategui – Maternidade Balbina Mestrinho

 

Posto de Coleta de Leite Humano – Maternidade Balbina Mestrinho

Rua Duque de Caxias, 1.142, Praça 14

Manaus – CEP 69020-140

Tel.: (92) 3182-4500 – Fax: (92) 3182-4546

 

Posto de Coleta de Leite Humano da UBS São Francisco

Rua: Rodolfo Vale, São Francisco

Manaus – CEP 69079-440

Tel.: 36-6344-59 – Fax: 36-1149-59

ligismar.mavignier@pmm.am.gov

 

Posto de Coleta de Leite Humano – Instituto da Mulher Dona Lindu

Avenida Recife, 1.581, Adrianópolis

Manaus – CEP 69008-200

Tel.: (92) 3643-8100 – Fax: (92) 3643-8172

geinstitutodamulher@gmail.com

 

Posto de Coleta de Leite Humano – Maternidade Alvorada

Rua 7, Esquina com a avenida A , Alvorada I

Manaus – CEP 69042-150

Tel.: (92) 3659-2800 – Fax: (92) 3659-2800

mat_alvorada@saude.am.gov.br

 

Posto de Coleta de Leite Humano – Hospital Adventista de Manaus

Avenida Governador Danilo Areosa, 139, Distrito Industrial

Manaus – CEP 69075-351

Tel.: (92) 2123-1313

 

Posto de Coleta de Leite Humano Maria Izabel Pessoa – Hospital Padre Colombo

Rua Oneldes Martins, 3515 – São José.

Parintins

 

Thayssa Castro

Especial F&T