Beleza Materna

Ensaios fotográficos de grávida, cada vez mais um momento da família

 | 

Com as facilidades e a velocidade da tecnologia, é cada vez mais comum o registro de momentos especiais na vida do casal e a gravidez, claro, é um deles. As redes sociais estão aí para comprovar essa quase ‘compulsão’ que temos por compartilhar com familiares, amigos, e até desconhecidos, os clicks feitos, em sua maioria, de forma amadora e sem custos. Mesmo assim, há quem não abra mão dos ensaios fotográficos de grávida feitos de forma profissional, para eternizar o período da gestação, tão sublime para qualquer família.

“É uma forma de demonstrar o amor que sentimos pelo nosso filho antes mesmo dele nascer. Considero muito importante registrar todos os momentos. O passo a passo da gestação, até o dia do nascimento. Com a ajuda de um profissional de fotografia conseguimos realizar um ensaio bonito e de qualidade, afinal, as fotos serão recordações que ficarão para a vida toda”, disse a mamãe Graciane Rodrigues, fotografada em seu sétimo mês de gestação, juntamente com o esposo, Marcondes Rodrigues, pelas lentes de Marcelo Borja.

Leia também: Grávidas podem usar salto alto no período da gestação?

“Bem mais que antes, as pessoas hoje dão muita importância à fotografia. Mesmo com muitos profissionais no mercado, em Manaus existe uma grande demanda por esse tipo de trabalho”, afirma Marcelo Borja, que atua na área há mais de quatro anos. “As pessoas mudam, o tempo muda, mas a fotografia permanece intacta. Posso dizem que a fotografia é como congelar um sentimento ou um momento especial, que pode ser revivido de forma atemporal”, acrescenta Borja.

Há quem não abra mãe de um ensaio fotográfico profissional para eternizar o período da gestação

Há quem não abra mão de um ensaio fotográfico profissional para eternizar o período da gestação – fotos: Yndira Assayag

E é exatamente o desejo de ‘congelar’ momentos especiais que faz a procura por ensaios fotográficos de grávida crescer tanto, afinal, não se trata apenas de fazer fotos e sim de registrar a espera de um ser muito especial. E, nesse contexto, não basta sair por aí com uma super lente, é preciso pensar no ambiente, na luz, no cenário e nas composições que serão feitas.

Hoje, não apenas a gestante participa do ensaio, o pai e até mesmo os avós e os irmãos – quando não é o primeiro filho – são envolvidos no momento. Algumas famílias optam por fazer o book em um determinado momento, geralmente entre o sétimo e o oitavo mês da gravidez; outras fazem questão de registrar tudo, desde a primeira percepção da barriga até os últimos segundos antes de a mamãe ir para a maternidade, passando pelas compras do enxoval, arrumação do quarto do bebê etc.

O tipo de serviço, claro, vai depender de quanto o casal está disposto a investir e há profissionais para fazer tudo que se possa imaginar. O mais importante é saber o que se quer e discutir com o profissional, antes da realização do trabalho, todas as possibilidades, para não errar na hora da escolha.

Bruna Amaral
Filhos&Tal