Educação

Hábito da leitura nas crianças: como incentivar

 | 

“A literatura é uma doença textualmente transmitida, normalmente contraída na infância”. Assim disse Jane Yole, escritora infanto juvenil. Mas não é novidade que, com o advento das tecnologias de informação, incentivar o hábito da leitura nas crianças tornou-se uma tarefa cansativa.

Como competir com as animações interativas e hiper coloridas projetadas nas telas dos aparelhos? Para alguns, é simples: não há competição e sim, desistência. Porém, estudos mostram que, mais do que nunca, é preciso insistência para incentivar o hábito da leitura nas crianças.

A pesquisa “Retratos da leitura no Brasil”, do Instituto Pró-Livro, realizada de outubro de 2019 a janeiro de 2020, mostrou que apenas 52% dos brasileiros têm o hábito da leitura ativo.

E, segundo outros dados do Instituto, a população brasileira lê, em média, 4,96livros por ano, dado inferior quando comparado a outros países como a França, onde a média de leitura é 21 livros por ano. A única faixa etária que registrou algum crescimento no número de leitores foi a de crianças de 5 a 10 anos.

Altos preços de produto, alfabetização precária e falta de incentivo são apenas alguns dos fatores que contribuíram para o esquecimento do hábito da leitura no Brasil. Mas, ainda há tempo para mudar essa realidade, começando pelas crianças.

saiba-como-incentivar-o-habito-da-leitura-nas-criancas

Público infantil de leitores foi o único que aumentou, segundo pesquisa – fotos: Freepik

Benefícios e obstáculos
Um levantamento, feito pelo blog Leiturinha, mostrou que incentivar o hábito da leitura nas crianças é fundamental tanto para o desenvolvimento de suas habilidades cognitivas quanto de comunicação.

Ler desde os primeiros anos de vida contribui diretamente na percepção de sentimentos e emoções, além de estimular a atenção, concentração, vocabulário, memória e o raciocínio.

Segundo Socorro Carvalho, gestora educacional, a maior dificuldade para incentivar o hábito da leitura nas crianças é a falta de exemplo. “A criança percebe o ambiente em que vive através das pessoas de referência. Se a leitura for um hábito em sua família, provavelmente, ela vai aos poucos percebendo e reproduzindo esse comportamento.”, explica.

Complementando, a jornalista Flávia Rezende, mãe da pequena Beatriz, de 3 anos, diz acreditar que os pais são os principais responsáveis no incentivo do hábito da leitura nas crianças, mas alerta para o uso excessivo das tecnologias. “Muitos pais têm aderido à leitura digital e a criança não vivencia a experiência do toque no livro físico, o que eu considero de extrema importância.”

Leia também: Estímulo às crianças pode ajudar o Brasil a criar novos leitores

Mas como incentivar?
Para incentivar o hábito da leitura nas crianças, de forma mais eficaz, os pais devem ler algo do dia a dia em que a criança esteja inserida. Por exemplo: ler uma receita quando estiver cozinhando, uma historinha sobre brincadeiras, enfim, algo que faça parte da sua rotina.

“Essa leitura pode acontecer a qualquer momento do dia, mas não deve ser atrelada como algo que antecede o sono, pois, dessa forma, estamos despertando a percepção da criança que leitura é para dormir.”, ressalta Socorro Carvalho.

Para Flávia, é importante selecionar os livros de acordo com a idade e perfil de interesse da criança. “Uma opção bem legal são os clubes de assinatura de leitura. Todo mês chegam livros com novas temáticas, e o melhor é que chegam embrulhados como um presente, já aguçando o interesse e incentivando o hábito da leitura nas crianças”, destaca.

Lunna Farias
Filhos&Tal