Educação

Inglês para crianças: dicas para aprender na quarentena Dados da empresa Google mostram que a procura por métodos para ensinar inglês a crianças aumentou durante a pandemia

 | 

A procura por inglês para crianças aumentou em cinco vezes durante o ano de 2020, na pandemia de coronavírus. Dados do Google Trends mostram como a alta esteve relacionada também a outros termos, como homeschooling [ensinar em casa] e aula à distância.

Segundo a plataforma, na segunda semana de fevereiro, em 2020,foram registradas 15 buscas pela expressão inglês para crianças. Durante os meses seguintes, esse número explodiu. Alcançou 76 pesquisas no final de março e depois 100 ‘buscar’ no Google, entre 29 de novembro e 5 de dezembro. A procura por inglês para crianças continua em alta em 2021, e já somou 100 acessos entre 26 de janeiro e 3 de fevereiro. Em um cenário de vacinas sendo aplicadas e escolas ainda fechadas, pais e mães continuam a desenvolveras habilidades dos filhos em casa. Mas qual seria o momento adequado para iniciar o estudo

“Em se tratando de escolas de inglês, indicamos que a criança seja matriculada a partir dos seis anos, que é quando começa a ter uma interatividade bacana”, explica Roberto Santoro, professor da escola de inglês inFlux, em Manaus.

Além de ensinar adultos e crianças no curso, ele também é pai, e aproveita para compartilhar as dicas aos parentes que querem ensinar inglês para crianças em casa.

“A principal dica é que os pais busquem aprender também. Por exemplo, minha filha tem quatro anos, mas já fala inglês, porque eu falo com ela desde que nasceu. Então, o pai ou a mãe também estudar o idioma é uma maneira de o filho aprender”, comenta Santoro.

Leia também: Hábito da leitura nas crianças: como incentivar

Para o professor, não há melhor incentivo dos pais que se tornarem alunos com os filhos, e o conselho vale tanto para se matricular em aulas de inglês quanto estudar em casa.

“O pai pode colocar um vídeo ou jogo em um dispositivo eletrônico, ou até tabuleiro, que ajuda bastante. Mas, se o pai souber comandos em inglês, o básico, e começar a inserir essa cultura pro filho, a criança vai aprender mais rápido. Você já vai poder dizer para o seu filho “come here” [venha cá],“let’s go” [vamos lá], “say please” [diga por favor], e assim a interação com acriança irá crescer”, garante o profissional.

Santoro aproveita para indicar dois aplicativos que ajudam no ensino do inglês para crianças. O primeiro ‘1, 2, 3 learning games’ e, o outro, ‘baby games’. Caso prefira vídeo, o professor sugere assistir aos vídeos da escola onde ele leciona, a ‘inFlux’, no YouTube.

Possíveis dificuldades

Para Pamela, coordenadora pedagógica da inFlux, o mais importante é expor a criança ao inglês constantemente.

“Faça isso o máximo possível. A televisão e a internet são as maiores aliadas. É preciso entender que crianças são esponjas, aprendem rápido e quanto mais exposição ao inglês, mais rápido será a fluência no idioma”, afirma a profissional.

Leia também: A importância da rotina para saúde mental de crianças e adolescentes

Apesar disso, ela alerta para possíveis dificuldades que as crianças podem vir a manifestar. Para todos os casos, há solução.

“Ao ensinar inglês para crianças, as dificuldades não são muitas, mas podem ocorrer. Os pequenos têm peculiaridades no ensino, conseguir prender a atenção deles é imprescindível nesse momento. Por isso, precisamos sempre deixar a lição dinâmica, afinal, são crianças e não gostam de ficar sentadas em um lugar por muito tempo”, afirma a também professora.

Confira neste link uma lista no YouTube apenas com músicas em inglês para crianças.