Bem-estar

Saiba o que é parassonia, distúrbio que atrapalha o sono dos bebês

 | 

Uma boa noite de sono é essencial para o desenvolvimento dos bebês. É durante esse período de descanso que os hormônios de crescimento são liberados e a criança assimila tudo que aprendeu durante o dia. Infelizmente, a hora da soneca nem sempre é bem sucedida, podendo ocorrer problemas que atrapalham o sono dos bebês e dos pais, como a chamada parassonia.

E do que se trata? Conforme os estudiosos da área, parassonias são distúrbios que envolvem comportamentos, emoções e sonhos que podem se manifestar ao adormecer, despertar ou mesmo durante o sono dos bebês.

A psicóloga Núbia Reis, da clínica Pais&Filhos, em Manaus, afirma que os sintomas da parassonia podem se manifestar como sonambulismo ou terrores noturnos, acompanhados por muito choro, suor e aceleração dos batimentos cardíacos. Tais problemas podem ocorrer com crianças de até mais de cinco anos, mas os bebês também podem ser acometidos.

“Dependendo da intensidade com que os sintomas da parassonia se manifestam, a criança pode, até mesmo, se machucar fisicamente. Caso já existam conflitos emocionais internos, eles podem ser potencializados”, explica a especialista.

Leia também: Sonho ou pesadelo? Após virar mãe, você nunca mais vai dormir bem?

parassonia pode atrapalhar sono do bebê

Durante o sono, o bebê libera hormônios de crescimento e assimila o que aprendeu durante o dia. – fotos: Pixabay

Causas da parassonia

Segundo Núbia, algumas parassonias são mais comuns durante a infância que outras e podem ser causadas por lesões cerebrais, fatores emocionais e, mais recorrentemente, por fatores genéticos.

É o caso de Ravi, filho da médica Romana Novais com o dj Alok. Em recente post numa rede social, a mãe compartilhou com seus seguidores que está enfrentando o problema.

Ela contou que o bebê teve crises sérias de choro durante a noite, então o casal decidiu procurar uma pediatra. “Um choro inconsolável. Eu pegava ele e não conseguia driblar esse choro. O que para uma mãe é desesperador, ver o seu filho chorando, sem conseguir fazer nada”.

Excesso de estímulos

A parassonia pode ser causada, também, por excesso de estímulos antes do sono dos bebês, como brincadeiras, usos de telas de smartphones, barulho e ambientes muito iluminados.

No caso de Ravi, Romana contou que, para amenizar o problema, passou a criar um ambiente mais calmo em casa depois da 18 horas, estimulando o sono de seu pequeno.

Prevenção
Apesar de muito comum nos primeiros anos de vida, a parassonia pode ser prevenida. O primeiro passo é criar um ambiente familiar saudável e funcional, evitando situações de estresse para o bebê. Além disso, é essencial que a criança tenha uma rotina diária de sono estabelecida.

Nos casos, porém, em que a parassonia já se manifestou, a psicóloga Núbia Reis reforça a importância dos pais consultarem um profissional especializado, para que ele indique as melhores formas de tratamento, que podem incluir desde a psicoterapia até o uso de fármacos, para casos mais graves.

Leia também: Como cuidar da alimentação para manter a imunidade das crianças

Lunna Farias
Filhos&Tal