Late&Mia

Toxoplasmose: o problema é a falta de higiene, não os gatos

 | 

É muito comum ouvir falar que os gatos transmitem toxoplasmose, mas essa ideia vem sendo superada dia após dia por trabalhos como os dessa veterinária que vos escreve 🙂
Defendo: a infecção ocorre por falta de higiene, e não por culpa dos gatos!

O maior temor em relação à doença acontece entre mulheres grávidas. Caso infectadas, as mães podem transmitir a doença para os bebês que por sua vez podem sofrer abortamento espontâneo ou desenvolver problemas, como encefalite ou lesões oculares.

A toxoplasmose é uma doença causada por um protozoário chamado toxoplasma gondii. Como se trata de uma zoonose, pode passar do animal para o homem. Suínos, bovinos e ratos, que também podem contrair o parasita, são hospedeiros intermediários do parasita, ou seja, neles, o toxoplasma gondii não consegue completar o seu ciclo de vida e não produz os oocistos (local onde se desenvolvem os), consequentemente, não os elimina.

Leia também: Infecção urinária em gestantes pode gerar sérias consequências; saiba quais

No caso dos gatos, a situação é diferente, pois eles são os únicos hospedeiros definitivos do toxoplasma gondii, e onde o parasita consegue completar seu ciclo de vida. Desta forma, os felinos são os únicos que eliminam ooscistos na forma esporulante nas fezes.

É importante entender que os oocistos são formas resistentes do protozoário que tornam-se infectantes após a esporulação, que é a forma contagiosa, no meio ambiente. Isso acontece de três a cinco dias, variando de acordo com as condições ambientais. O oocisto esporulado pode permanecer vivo no meio ambiente por até um ano e meio.

E é justamente nesse tempo que a infecção das pessoas pode ocorrer, caso elas tenham contato com fezes felinas ou ingiram os oocistos.

No caso de outros animais, o parasita causador da toxoplasmose pode ficar encistado no músculo e contaminar a sua carne, que depois pode ser ingerida crua ou mau passada pelo ser humano, que acaba infectado também!

mulher grávida abraçando gato

Caso infectadas, as gestantes podem transmitir a toxoplasmose para os seus bebês

A infecção humana pode acontecer ainda de outra forma, como através da ingestão de frutas ou verduras mal lavadas, que tenham oocistos. Ou seja, não são os gatos que causam a transmissão da doença, mas sim a falta de higiene!

Já imaginou que atitude sem noção ingerir alimentos ou qualquer outra coisa suja de fezes de gatos? Pois é isso que acontece…
Pelo senso comum, nós, veterinários, podemos estimar que 99% das pessoas contaminadas por toxoplasma pegaram através da ingestão de alimentos contaminados, e apenas 1% contraíram de gatos, mas por falta de higiene.

É importante saber que a doença não tem cura e que a higiene é a melhor prevenção. Lave bem os alimentos antes de consumi-los, não coma carne de procedência duvidosa e use luvas quando for higienizar a caixinha do seu pet felino. Aliás, essa caixinha deve ser higienizada com muita frequência, ok?!

O gato infectado não apresenta sintomas, só se ele for portador de alguma doença que cause imunossupressão ou tome medicações imunossupressoras, tipo corticoide. Aí sim, ele pode manifestar sintomas.

Já os cachorros (sim, eles também podem contrair toxoplasmose), pombos, bois e vacas, cavalos e éguas, ratos e animais silvestres, assim como os bicho homem, podem apresentar problemas de ordem neurológica, hepática, intestinal, oculares e outros, mas os mais temidos são o aborto e os distúrbios neonatais.

Em resumo: mulheres grávidas podem sim ter gatos em casa, não precisam se desfazer dos bichanos, porém há a necessidade de boas práticas de higiene. Além disso, evitar deixar o gato ou o cachorro com livre acesso à rua, caçando pombos, ou outras aves, e ratos, também é importante.

Se quiser tirar alguma dúvida quanto a boa saúde do animal, existe exame de sorologia que detecta se ele está infectado ou não, e se a infecção é recente ou antiga.

Jéssica Duarte
Veterinária especialista em felinos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *